terça-feira, 16 de setembro de 2008

Sticky and Sweet Tour @ Lisbon

Pois é, a Rainha da Pop, já a contar com 50 anos de vida e 25 de carreira, resolveu, mais uma vez, inserir o nosso país no mapa da sua poderosa tour.

E, desta vez, achei que deveria mandar a nota e ir vê-la ao vivo. Porque, digam o que disserem, está mais que comprovado que a senhora dá espectáculo! E deu mesmo. Quem me dera chegar aos 50 anos com aquele corpinho de 25 e dançar daquela maneira.
Mas, Madonna à parte, a verdadeira loucura passava-se entre o público. Público este constituído por pessoas de todas as idades. Esta loucura reinava especialmente no público mais velho, assim já na faixa etária dos 40 para cima, menos assíduos neste tipo de espectáculos (pelo menos há uns bons pares de anos). Uns dançavam loucamente, outros arranjavam confusão por causa dos lugares, discutiam com quem se mexia um milímetro para o lado, gritavam, cantavam nos nossos ouvidos, enfim.. Lá tive que entrar em conflito com uma senhora que tinha idade para ser minha mãe e que não me deixava passar para ir ter com o resto do meu pequeno grupo (éramos 4.). Vocês são todas doidas!, dizia eu. E ela, com os seus 80 kilos, a travar-me a passagem. E pelo que já tenho ouvido, não fui a única a ter problemas com o pessoal mais velho e stressadinho.
Consegui ver a Madonna no palco, mesmo que um bocado distante. Cantei as mais velhinhas e as mais actuais. No entanto, não achei que o espaço da Bela Vista fosse o melhor para montar um espectáculo destes e acredito que muitas pessoas, depois de pagarem 60 euros por um bilhete, não tenham conseguido sequer ver um fio de cabelo da mulher. Aí o espectáculo perdeu pontos.
No final, quando a Senhora Dona Madonna encerrou a actuação com a recente Give It To Me, as quase 75 mil pessoas começaram a dirigir-se para o Metro. Tive que dar um empurrão a um espanhol estúpido que achava que podia passar à frente de toda a gente na fila do metro. Ele deu-me outro, porque pelos vistos se achava mesmo nesse direito.
Ah!, E por falar em espanhóis, porque raio é que a Madonna, em pleno centro de Lisboa, capital de Portugal, se lembra de perguntar: "Hablán español?". Errado, Maddie, errado.
Demorámos uma hora e tal para chegar a Telheiras, as minhas pernas doíam e a cabeça pesava de sono.
Mas a Madonna até é fixe, não me queixo mais.

9 comentários:

disse...

Ela disse "Olá Lisboa" ou lá o que foi e dp pg se hablavamos español porque cantou uma música qq em español, "Spanish qq coisa". E que terrível español q ela habla. "Béiisameeei", argh.

Cate disse...

Ya, chama-se Spanish Lesson. Mas mesmo assim foi parvo, nós cá não gostamos que façam referência a isso, é o nosso soft spot pelos vistos. Eu perdoei-a, anyway.

Tu hablas mejor español, muita prática. Digo eu.

Caroca disse...

Ahahahah (o comment da quina)!

Eu tb gostei, mm com a confusao em redor ("esta morangada não para de mexer a cabeca carago")!

Analog Girl disse...

Memorável!
Pelos melhores e piores motivos, mas enfim.
Esperemos que a organização ganhe juízo da próxima vez...

Eduardo disse...

deste-lhe o meu recado?

Morais disse...

LOL. a Madonna é a maior :D. Acho que devias escrever mais Quina, até fazes uns textos engraçados!

Eduardo disse...

entretanto vocês morreram de overdose?

Ritta disse...

n se escreve...?! ai,assim vamos ter a burra nas couves!...

t disse...

E' assim que vao ser os teus artigos quando fores uma jornalista conceituada? e' que te^m piadinha!

E hoje estavas num dia na~o no que diz respeito ao espanhol, na~o era?